Connect
To Top

O que é uma pessoa celíaca? DOENÇA SILENCIOSA…

Uma pessoa celíaca pode ser difícil de diagnosticar. Isso porque, a doença afeta as pessoas de forma diferente. 

Existem mais de 200 sintomas conhecidos da doença celíaca que podem ocorrer no sistema digestivo ou em outras partes do corpo. 

Algumas pessoas desenvolvem doença celíaca quando criança, outras quando adultas. A razão para isso ainda é desconhecida.

Algumas pessoas com doença celíaca não apresentam sintomas, mas ainda assim apresentam resultados positivos no exame de sangue da doença celíaca. Alguns outros podem ter um teste de sangue negativo, mas têm uma biópsia intestinal positiva.

No entanto, todas as pessoas com doença celíaca estão em risco de complicações a longo prazo, independentemente de apresentarem ou não sintomas.

O que é uma pessoa celíaca?

A doença celíaca é uma doença autoimune grave que pode ocorrer em pessoas geneticamente predispostas, em que a ingestão de glúten leva a danos no intestino delgado.

O glúten é um tipo de proteína encontrada em grãos. Ele é encontrado junto ao amido, em cereais como trigo, centeio, cevada, triticale e malte.

Essa substância possui diferentes usos no processamento dos alimentos. No processo de fermentação do pão, por exemplo, o glúten contido na farinha de trigo.

Essa ingestão de glúten desencadeia uma resposta imune no corpo, causando inflamação e danos ao intestino delgado.

pessoa celiaca intestino delgado

Afeta 1 em cada 100 pessoas em todo o mundo. 

Dois milhões e meio de brasileiros não são diagnosticados e correm risco de complicações de saúde a longo prazo.

A doença celíaca é hereditária, em outras palavras, ela é herdada geneticamente em famílias. Pessoas com um parente de primeiro grau com doença celíaca (pai, filho, irmão) têm um risco em 10x maior de desenvolver doença celíaca.

Doença Celíaca Clássica, Não Clássica e Silenciosa

Segundo a Organização Mundial de Gastroenterologia, a doença celíaca pode ser dividida em dois tipos: clássica e não clássica.

  • Na doença celíaca clássica , os pacientes apresentam sinais e sintomas de má absorção, incluindo diarreia, esteatorreia (fezes pálidas, fétidas e gordurosas) e perda de peso ou falha de crescimento em crianças.
  • Na doença celíaca não clássica , os pacientes podem apresentar sintomas gastrointestinais leves, sem sinais claros de má absorção, ou podem apresentar sintomas aparentemente não relacionados. Eles podem sofrer de distensão abdominal e dor, e / ou outros sintomas como: anemia por deficiência de ferro, fadiga crônica, enxaqueca crônica, neuropatia periférica (formigamento, dormência ou dor nas mãos ou pés), menopausa precoce e infertilidade inexplicada, defeitos do esmalte dentário, depressão e ansiedade, dermatite herpetiforme (erupção cutânea com comichão), etc.

A doença celíaca silenciosa também é conhecida como doença celíaca assintomática. Os pacientes não se queixam de nenhum sintoma, mas ainda sofrem dano por atrofia das vilosidades em seu intestino delgado. Estudos mostram que, embora os pacientes pensem que não apresentam sintomas, após uma dieta rigorosa sem glúten, eles relatam melhor saúde e uma redução no refluxo ácido, inchaço abdominal e distensão e flatulência.

Como saber se meu filho é celíaco?

A melhor maneira de saber é consultando um médico e fazendo os exames necessários mas fique atenta se apresentar:

  • Inchaço abdominal e dor
  • Diarreia crônica
  • Vômito
  • Prisão de ventre
  • Fezes com alteração de cor, malcheirosas ou gordurosas
  • Perda de peso
  • Fadiga
  • Irritabilidade e problemas comportamentais
  • Defeitos do esmalte dentário dos dentes permanentes
  • Crescimento atrasado e puberdade
  • Baixa estatura
  • Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

Como saber se você tem doença celíaca?

Os adultos são menos propensos a ter sintomas digestivos, em alguns casos, menos da metade apresentam diarreia. Os adultos são mais propensos a ter:

  • Anemia inexplicada por deficiência de ferro
  • Fadiga
  • Dor óssea ou articular
  • Artrite
  • Osteoporose ou osteopenia (perda óssea)
  • Distúrbios hepáticos
  • Depressão ou ansiedade
  • Formigamento, dormência ou dor nas mãos e pés
  • Convulsões ou enxaquecas
  • Não apresenta menstruação
  • Infertilidade ou aborto recorrente
  • Aftas dentro da boca
  • Erupção cutânea com comichão, manchas vermelhas na pele

Como curar a doença celíaca?

A doença celíaca é uma condição vitalícia que NÃO TEM CURA. No entanto, pessoas com esta condição podem gerenciar seus sintomas de forma eficaz, aderindo a uma dieta rigorosa sem glúten.

Isso significa que quaisquer produtos que contenham trigo, cevada, centeio ou espelta devem ser eliminados, incluindo quaisquer alimentos que possam ter sido contaminados, como aveia , a menos que sejam rotulados como isentos de glúten.

Alimentos para Evitar

Aqui estão alguns outros alimentos que você deve evitar, a menos que sejam especificamente rotulados como sem glúten:

    • Massa
    • Pão
    • Bolos
    • Tortas
    • Biscoitos
    • Cerveja
    • Molhos

o que é celiaco

Alimentos para comer

Felizmente, existem muitos alimentos nutritivos e naturalmente isentos de glúten. Ainda mais se cortar os alimentos processados, saborear principalmente alimentos integrais e praticar a leitura de rótulos pode facilitar muito o acompanhamento de uma dieta sem glúten.

Aqui estão alguns alimentos que podem ser incluídos em uma dieta saudável sem glúten:

    • Carne, aves e frutos do mar
    • Ovos
    • Laticínios
    • Frutas
    • Grãos sem glúten, como quinoa, arroz, trigo mourisco e milheto
    • Legumes
    • Legumes
    • Nozes
    • Gorduras saudáveis
    • Ervas e especiarias

ATENÇÃO! Se você suspeitar que você pode ter doença celíaca, consulte o seu médico para fazer o teste para determinar se uma dieta sem glúten é necessária para você!

Efeitos de saúde a longo prazo

A doença celíaca pode se desenvolver em qualquer idade após as pessoas começarem a comer alimentos ou remédios que contenham glúten. Deixada sem tratamento, a doença celíaca pode levar a problemas de saúde graves adicionais.

Estes incluem o desenvolvimento de outros distúrbios autoimunes, como diabetes tipo I e esclerose múltipla, dermatite herpetiforme (uma erupção cutânea com comichão), anemia, osteoporose, infertilidade e aborto espontâneo, condições neurológicas como epilepsia e enxaqueca, baixa estatura e cânceres intestinais.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Saúde

O Guia Saúde em dia foi pensado com todo carinho e cuidado para levar até você mais informação sobre saúde, emagrecimento saudável, bem-estar e estilo de vida! Seja super bem-vindo(a)! Siga nossa página e curta nossas redes sociais para ficar sempre por dentro das novidades!

Categorias

Facebook

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.